Você está aqui: Portal de notícias Matérias Plenário

06/06/2012 - 16h55 Plenário - Pronunciamentos - Atualizado em 06/06/2012 - 17h41

Luiz Henrique, relator da MP do Código Florestal, diz que buscará o consenso

Enviar notícia por e-mail Imprimir

Da Redação

Em discurso nesta quarta-feira (6), o senador Luiz Henrique (PMDB-SC), relator da comissão mista que analisa a medida provisória que complementa o Código Florestal, disse que vai buscar a convergência e a conciliação na relatoria da matéria. Ele ressaltou que procederá da mesma forma como conduziu a relatoria do projeto do novo código, hoje já transformado em lei.

- O nosso norte é buscar um meio termo nessa matéria, é buscar o que é possível, o que é factível, o que é realizável, o que vai servir, ao mesmo tempo, para manter regras fortes de preservação das nossas florestas e regras factíveis que permitam o desenvolvimento do país, que permitam que o Brasil continue seguindo na sua missão de supridor alimentar do mundo. Esse é o diapasão – afirmou.

Luiz Henrique disse que tentará ouvir a opinião de todos, “num processo convergente, sem ser conduzido por paixões ou truculência”.

- Não adianta fazer um texto contra o governo, que será vetado, nem um texto sem entendimento com os deputados, porque será alterado na Câmara – frisou, acrescentando que é preciso que cada um ceda um pouco.

Luiz Henrique lembrou que mais de 700 emendas foram apresentadas à medida provisória (MP 571/2012), e informou que irá analisá-las durante o feriado. O senador acredita que o número elevado de emendas não será um problema, pois devem apresentar “contribuições valiosas” para aprimorar o texto da MP.

Agência Senado

(Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

 
FacebookTwitterYouTubeFlickrInstagramGoogle PlusPinterestTumblr

Procuradoria Especial da Mulher

Banner pauta prioritaria
Manual de Comunicação da Secom
50 anos do golpe

Pacto Federativo