Você está aqui: Portal de notícias Matérias Plenário

16/07/2012 - 16h40 Plenário - Pronunciamentos - Atualizado em 17/07/2012 - 10h19

Mozarildo Cavalcanti pede campanhas permanentes de conscientização do eleitor

Da Redação

O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) defendeu nesta segunda-feira (16) iniciativas de conscientização dos eleitores, que escolherão, em 2012, vereadores e prefeitos nos 5.565 municípios brasileiros. Para o senador, instituições como igrejas e sindicatos têm um papel relevante no esclarecimento do eleitorado, assim como os tribunais eleitorais, que deveriam fazer campanhas permanentes.

– Essas campanhas não deveriam ser feitas só no ano eleitoral. Elas precisariam ser feitas quatro anos seguidos, para que pudessem realmente mostrar ao eleitor que o voto dele vale muito mais do que, às vezes, a troca por um favor – argumentou.

Mozarildo citou avanços no processo eleitoral, como a Lei da Ficha Limpa e a proibição dos “showmícios”, mas lembrou que o maior fiscal ainda é o eleitor. Para ele, o descrédito da população na política e a sensação de que os candidatos são todos iguais podem gerar prejuízos futuros.

– Quando o eleitor diz que não tem jeito, que é todo mundo igual, que tanto faz votar em A, em B ou em C, que é a mesma coisa, essa descrença só ajuda os maus, não ajuda os bons, que querem realmente fazer alguma coisa - afirmou.

Para o senador, o eleitor deve refletir antes de votar e procurar saber da biografia do candidato, das atividades que exerce e da capacidade para defender os interesses da coletividade.

– É importante que todos nos mobilizemos, para que possamos começar a realmente escrever uma nova história na política do Brasil.

Agência Senado

(Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)