10/07/2012 - 18h40 Mesa do Senado - Atualizado em 10/08/2012 - 16h09

Colégio de líderes define pauta para período eleitoral

Enviar notícia por e-mail Imprimir

Paola Lima

Depois da reunião de líderes desta terça-feira (10), o líder do PT, senador Walter Pinheiro (BA), anunciou a decisão do colegiado de promover 12 sessões de votações no Senado durante o período das eleições municipais, que termina em outubro. A expectativa é votar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2013 já nesta quarta-feira para permitir o recesso de julho. A sessão do Congresso Nacional que vai apreciar a LDO está marcada para às 18h desta quarta-feira, após a apreciação do processo contra Demóstenes.

Em agosto, os senadores retornam ao trabalho com duas semanas de esforço concentrado, cada uma com três dias de votação – entre os dias 7 a 9 de agosto e entre os dias 28 a 30. Uma terceira semana com três dias de votação está marcada para setembro. A última ocorrerá em outubro.

- Essas quatro semanas terão três dias de votação. Serão 12 dias, portanto, neste período entre o recesso e o processo eleitoral, onde nós vamos manter a pauta, que tem medidas provisórias importantes, como as que tratam do Brasil Maior e da alterações de regras da poupança, assim como algumas PECs que ficaram pendentes, matérias que entrarão em debate nos 12 dias que teremos até o mês de outubro – afirmou Pinheiro.

Entre as medidas provisórias a serem votadas pelo Senado estão a MP 563/2012, que desonera setores econômicos da contribuição previdenciária patronal relativa à folha de pagamento; a MP 564/2012, com ações de estímulo a indústria nacional, previstas no Plano Brasil Maior; a MP 567/2012, que modifica as regras de rendimento da poupança, e a MP 568/2012, que aumenta os salários de servidores do governo federal.

Já entre as Propostas de Emenda à Constituição (PEC) estão a PEC dos Jornalistas (33/2009) r a PEC 37/11, que impede o Ministério Público de participar das investigações criminais e ainda o Projeto de Lei da Câmara 180/2008, que estabelece cotas raciais e sociais para ingresso nas universidades federais.

Agência Senado

(Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

 
FacebookTwitterYouTubeFlickrInstagramGoogle PlusPinterestTumblr

Procuradoria Especial da Mulher

Banner pauta prioritaria
Manual de Comunicação da Secom
50 anos do golpe

Pacto Federativo