Você está aqui: Jornal do Senado Edição de 17 de maio de 2012 Meio ambiente

17/05/2012 - Meio ambiente

Sustentabilidade depende da sociedade, alerta diplomata

Enviar notícia por e-mail Imprimir

Em audiência pública na Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas (CMMC), ontem, o representante do Ministério das Relações Exteriores, André Corrêa do Lago, afirmou que o desenvolvimento sustentável não pode ser imposto pelos governos e não contar com a participação da sociedade civil.

A audiência debateu os preparativos para a Conferência Rio+20, que acontece mês que vem no Rio de Janeiro. Para Corrêa do Lago, os padrões de produção e consumo são insustentáveis para um planeta que pode chegar a 10 bilhões de habitantes em 2050.

Sérgio Souza (PMDB-PR), relator da comissão, observou que mec esse número significa aumento de 30% na população atual, com o igual aumento de consumo. O diplomata advertiu que o consumo será muito maior, devido às pessoas que sairão da pobreza na China, Índia, Brasil e Indonésia.

Karen Suassuna, diretora de Mudanças Climáticas do Ministério do Meio Ambiente, defendeu as ações do governo na adoção de uma economia verde inclusiva, com foco na erradicação da pobreza e no uso racional dos recursos naturais. Karen assinalou que o Brasil é o único país de dimensão continental que tem uma estratégia para lidar com desmatamento.

O deputado Márcio Macêdo (PT-SE) comandou parcialmente a reunião.

Jornal do Senado

(Reprodução autorizada mediante citação do Jornal do Senado)

Leia mais sobre Meio ambiente